Terça-feira, 19 de Fevereiro de 2008

Deus É Amor / God Is Love





Deus É Amor / God Is Love

 

O medo de Deus decorre da lição segundo a qual o Seu Filho é culpado tanto quanto o Amor de Deus tem que ser relembrado quando ele aprende a própria inocência. Pois o ódio não pode deixar de ser o pai do medo, e olha para o seu pai como para si mesmo. Como estás errado, tu que falhas em ouvir o chamado que ecoa através de cada aparente apelo para a morte, que canta por trás de cada ataque assassino e implora que o amor seja devolvido ao mundo moribundo! Tu não compreendes Quem te chama além de cada forma de ódio, de cada chamado para a guerra. Entretanto, irás reconhecê-Lo na medida em que dás a Ele uma resposta na linguagem com a qual Ele te chama. Ele aparecerá quando Lhe tiveres respondido, e Nele conhecerás que Deus é Amor.

 

 The fear of God results as surely from the lesson that His Son is guilty as God’s love must be remembered when he learns his innocence. For hate must father fear, and look upon its father as itself. How wrong are you who fail to hear the call that echoes past each seeming call to death, that sings behind each murderous attack, and pleads that love restore the dying world! You do not understand Who calls to you beyond each form of hate, each call to war. Yet you will recognize Him as you give Him answer in the language that He calls. He will appear when you have answered Him, and you will know in Him that God IS Love.

 

 

Um Curso Em Milagres / A Course In Miracles (T31, I, 10)


Copyright, Joma Sipe, www.jomasipe.com
Publicado por Joma Sipe às 08:42
link do post | favorito
|
3 comentários:
De maria claudete a 21 de Fevereiro de 2008 às 01:06
confesso que achei confusa a minha compreensão do texto traduzido , talvez esteja cansada e não consegui penetrar na consistência do mesmo... talvez esteja sendo , hoje ,dificil a captação da mensagem. Voltarei a ler em outras circunstâncias para ver se entendo .
De Cursos online grátis a 6 de Fevereiro de 2010 às 01:15
Me senti da mesma forma que você.
De Roswilcio José Moreira Gois a 19 de Dezembro de 2010 às 21:31
Deus êh Amor. Logo o Amor êh a origem de tudo que de fato existe. Eu, o Seu Filho, originado por sua extensão também sou Amor. Sou imortal ,Sou intemporal, não sou um corpo, mas o corpo êh meu Instrumento de comunicação entre os seres que ainda, ilusoriamente, se identificam com ele. Que a Vontade de Deus, prevaleça assim na terra como no Céu. Amem.

Comentar post