Sexta-feira, 11 de Janeiro de 2008

As Vozes das Sombras / The Voices of Shadows

 

 

As Vozes das Sombras / The Voices of Shadows

 

 O Filho, a quem Deus criou, é tão livre quanto era quando Deus o criou. Ele renasceu no instante em que escolheu morrer ao invés de viver. E tu não irás perdoá-lo agora porque ele fez um erro no passado, do qual Deus não Se lembra e que não está presente? Agora estás te deslocando para trás e para frente entre o passado e o presente. Algumas vezes o passado parece real, como se fora o presente. Vozes do passado são ouvidas e, então, se duvida. Tu te pareces com alguém que ainda tem alucinações, mas a quem falta convicção naquilo que percebe. Essa é a zona fronteiriça entre os mundos, a ponte entre o passado e o presente. Aqui, a sombra do passado permanece, mas ainda assim uma luz presente é vagamente reconhecida. Uma vez que é vista, essa luz não pode nunca ser esquecida. Ela não pode deixar de atrair-te do passado para o presente, onde realmente estás.

 

As vozes das sombras não mudam as leis do tempo nem da eternidade. Elas vêm daquilo que é passado e se foi e não obstruem a verdadeira existência do aqui e agora. O mundo real é a segunda parte da alucinação segundo a qual o tempo e a morte são reais e têm uma existência que pode ser percebida. Essa terrível ilusão foi negada em nada mais do que o tempo que Deus levou para dar a Sua Resposta à ilusão por todos os tempos e em quaisquer circunstâncias. E a partir e então ela não mais existiu para ser vivenciada como se fosse o presente.

 

  

 The Son that God created is as free as God created him. He was reborn the instant that he chose to die instead of live. And will you not forgive him now, because he made an error in the past that God remembers not, and is not there? Now are you shifting back and forth between the past and present. Sometimes the past seems real, as if it were the present. Voices from the past are heard, and then are doubted. You are like to one who still hallucinates, but lacks conviction in what he perceives. This is the borderland between the worlds, the bridge between the past and present. Here the shadow of the past remains, but still a present light is dimly recognized. Once it is seen, this light can never be forgotten. It must draw you from the past into the present, where you really ARE.

 

 

The shadow voices do not change the laws of time or of eternity. They come from what is past and gone, and hinder not the true existence of the here and now. The real world is the second part of the hallucination time and death are real, and have existence which can BE perceived. This terrible illusion was denied in but the time it took for God to give His answer to illusion for all time and every circumstance. And then it was no more, to be experienced as there.

 

Um Curso Em Milagres / A Course In Miracles (T26, V, 11-12)

 

Copyright, Joma Sipe, www.jomasipe.com

 

Publicado por Joma Sipe às 09:29
link do post | favorito
|